Pagamento online, transferência bancária ou cartão de refeições. Compre já e agende para quando quiser.

ERROS FREQUENTES QUE COMPROMETEM A FORÇA E A HIPERTROFIA

Gordura vs músculo

Um dos maiores dilemas da musculação é a produção de músculo sem gordura. Os hidratos são fundamentais para manter o anabolismo, mas esses mesmo hidratos podem facilmente ser convertidos em gordura principalmente se a glicémia atingida for elevada. De forma a evitar este fenómeno, é recomendável optar sempre por fontes de hidratos complexos, como os cereais integrais e os frutos secos, que irão assegurar os níveis de glicose necessários, mas a um nível insuficiente para gerar gordura.

Fazer uma ingestão inadequada de proteínas

Se optar por fontes vegetais de proteína, é importante variar para que haja uma complementaridade de aminoácidos e evitar que o organismo entre em catabolismo, o que restringe a recuperação e síntese muscular. É também importante que este consumo seja feito regularmente ao longo do dia.

Ingerir proteínas nos momentos errados

Embora seja importante haver um "pool" de aminoácidos durante o treino para prevenir a fadiga muscular, é para depois do treino que a ingestão de proteína de alto valor biológico deve ser concentrada; distribuída por várias refeições para assegurar que os níveis de aminoácidos essenciais se mantêm suficientemente altos para estimular o organismo a produzir massa muscular.

Ingerir poucas frutas e vegetais

Estes alimentos têm uma acção de desintoxicação e revigoração muito potente, para além de melhoraram a saúde respiratória e a oxigenação muscular, fundamentais para se atingirem os picos de performance. Além disso, têm um elevado poder anti-inflamatório que encurta significativamente os períodos de recuperação para um treino subsequente com melhores rendimentos.

Ingerir poucas fontes de ómega-3

A actividade anti-inflamatória destes ácidos gordos é bem conhecida e a sua suplementação é frequente para quem pratica actividade física intensa. Existem, no entanto, várias fontes alimentares naturais deste nutriente, tais como sementes e peixes gordos.